• VALE DE JABOQUE: Bereshit 32:23-31

Para acessar o conteúdo deste estudo em PDF, basta clicar na imagem ao lado.

 

- Contextualização:

Obedecendo a palavra de Yahuh , Yaacov com toda sua família, servos e bens vinham da casa de seu sogro Labão depois de vinte anos o servindo, para retornar a terra de seus pais (Gn 31:3). Yaacov havia fugido para lá depois de ter tomado a benção no lugar de Esav (Gn 27:34:45), e por isso Esav intentava matá-lo.
Ao voltar para a terra de seus pais, Yaacov sabia que iria encontrar com seu irmão gêmeo Esav, e temia muito esse reencontro (Gn 32:8). Elaborou então algumas estratégias para esse reencontro, enviou presentes a Esav, dividiu em grupos seus rebanhos e servos e pôs à sua frente sua família para somente depois, ele encontrar com Esav. No caminho para esse reencontro havia o Jabque (Yabboq) que precisaria ser atravessado, nesse ponto Yaacov fez passar tudo que possui e sua família, e ele mesmo ficou só ali, onde passou a noite. (Gn 32:23)
Jaboque ( Yabboq); refere-se a um ribeiro que desaguava no rio Jordão (Yarden) , que cruzava uma região cercada de montanhas. O texto cita especificamente um vau, que é a parte mais rasa que serve para passagem a pé. Por essa parte que todos passaram e ali Yaacov ficou só, e naquela noite teve um encontro com o “Anjo do Senhor” (Os 12:3-5).
Essa experiência de Yaacov no vau de Jaboque é um dos mais extraordinários relatos, de quem se encontra com o Altíssimo e sofre de maneira permanente uma transformação radical. A história é de fuga, mas se transforma em encontro, consigo mesmo e com o Altíssimo.

- Três aspectos que podem ser observados, que podemos aprender com essa passagem e a experiência de Yaacov para uma fé prática.

1º - O Encontro

“Yaacov, porém, ficou só; e lutava com ele um homem até o romper do dia.” Gn 32:25

Ao ficar só com medo e angustiado Yaacov estava frágil, impotente diante da situação que estava vivenciando. Dessa forma estava mais acessível a um encontro e ação do Altíssimo.
Às vezes as pessoas só se rendem a um encontro (estar diante, face a face) com o Altíssimo em situações que estão sozinhas e frágeis; enfermidade, tribulações dessa vida, aflições, etc. Até procuram de alguma maneira o Altíssimo, mas sem espiritualidade com um coração endurecido e é preciso uma dessas situações para reconhecer a sua incapacidade e fragilidade.
Quem tem esse encontro, teve a oportunidade de conhecer o Altíssimo com seu poder ilimitado e um amor insuperável que transborda toda sua graça a nosso favor. De alguma maneira todos nós que cremos tivemos esse encontro, pois só se pode reconhecer sua fragilidade e impotência e consequentemente o poder do Altíssimo, quando vemos este operar de maneira sublime em nossas vidas.
Seja qual foi forma e independente da circunstância, quando encontramos o Altíssimo, nós reconhecemos que somos nada e Ele é tudo em nós e por nós. Um detalhe assim como “aquele homem” foi ao encontro de Yaacov , é o Altíssimo que vem ao nosso encontro. (Yochanan 15:16)

2º - O Toque

“Quando este viu que não prevalecia contra ele, tocou-lhe a juntura da coxa, e se deslocou a juntura da coxa de Yaacov, enquanto lutava com ele.” Gn 32:26
Após ser tocado Yaacov não seria mais o mesmo. A consequência daquele encontro e do toque que havia recebido iria estar na vida de Yaacov todos os dias posteriores, pois tinha lhe trazido uma consequência física que mudou o jeito dele andar, fazendo o manquejar pelo resto de sua vida. (Gn 32:32) Com isso ele sempre se lembraria daquele dia, devido a esta marca que lhe foi posta.
Todos que tiveram um encontro com o Altíssimo e foi tocado (atingido e de alguma forma ferido) por sua palavra, tem sua vida mudada completamente. Seu caminhar nunca mais será o mesmo nos dias posteriores a esse toque, pois esse toque trará consequências físicas que marcarão para sempre a nossa vida e a forma do nosso caminhar.
A Palavra transforma o nosso caminhar aqui neste mundo, antes sem o conhecimento da Palavra caminhávamos como o padrão que o mundo oferece, rebeldes ao Altíssimo, desobedientes a sua Palavra, mas quando tivemos esse encontro e fomos tocados pelo Altíssimo e sua Palavra nosso caminhar se transforma. Começamos a andar de acordo com o que a Escritura ensina e em comunhão com o Altíssimo. (Tito 3:3-6)
O Espírito (Ruach) e a Palavra é a marca (o toque) que recebemos nesse encontro com o Altíssimo e que levamos sobre esse corpo físico, essa marca que é o Espírito (Ruach) e a Palavra, é que nos faz caminhar de acordo com a vontade do Altíssimo. (Efésios 1:13-14/Tito 3:3-6)

3º - Novo nome e benção

“Disse o homem: Deixa-me ir, porque já vem rompendo o dia. Yaacov, porém, respondeu: Não te deixarei ir, se me não abençoares. Perguntou-lhe, pois: Qual é o teu nome? E ele respondeu: Yaacov. Então disse: Não te chamarás mais Yaacov, mas Israel; porque tens lutado com o Altíssmo e com os homens e tens prevalecido. Perguntou-lhe Yaacov: Dize-me, peço-te, o teu nome. Respondeu o homem: Por que perguntas pelo meu nome? E ali o abençoou.” (Gn 32:27-30)

Naquela noite Yaacov teve sua vida transformada profundamente, a ponto de seu nome ser mudado em referência a essa transformação.
Segundo a concepção antiga, o nome de um ser não apenas o designa, mas representa o seu caráter e determina sua natureza. Seu nome passa de Yaacov - o que segura o calcanhar, pegar o calcanhar (Gn 25:25-26), mas também segundo Gn 27:36/ Os 12:4 enganou, suplantou (levar vantagem) a seu irmão, para Israel (do hebraico Yishra’el (Yisha’al) - o que luta com o Altíssimo, príncipe do Altíssimo, campeão com o Altíssimo, príncipe que prevalece com o Altíssimo, o que persevera com o Altíssimo.
Com essa mudança de nome (Feita pelo o “Anjo do Senhor” o próprio Yahuh) há uma significativa indicação de uma mudança pessoal (caráter) de Yaacov. Todos nós que tivemos o encontro, e fomos tocados pela palavra e cremos, recebemos também um novo nome. Um novo que expressa o nosso novo caráter e a nossa nova natureza. Novo caráter porque agora trazemos em nós as caraterísticas de Yahushua (Rm 8:28-30), e a nova natureza que indica que somos seres espirituais gerados pelo poder da palavra. (Yochanan 1:12-13)
A partir desse novo nome temos a benção sobre a nossa vida, “Bendito seja o Altíssimo e Pai de nosso Soberano Yahushua Ha Mashiach, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestes no Mashiach.” Efesios 1:3

- Conclusão

Observamos que o Vau de Jaboque (Yabboq) entendido no sentido espiritual simboliza encontro e transformação. Jaboque do hebraico Yabboq significa “efusão, derramamento” , significado que expressa bem, para nós o que tivemos na nossa vida, o “derramamento” do Espírito (Ruach).
Todos nós em algum momento e em algum lugar tivemos um encontro com o Altíssimo, que nos tocou com sua Palavra, mudou o nosso nome e nos abençoou com todas as bênçãos espirituais. Todos, tivemos um “Jaboque” durante a nossa caminhada na vida, um lugar ou um momento que paramos, ficamos sós, frágeis, e tivemos esse maravilhoso encontro, que nos transformou completamente. Pois depois desse encontro nosso modo de caminhar mudou e ficamos marcados, selados com o Ruach Kadosh para sempre.
SOMOS AGORA YAHUSHUA, ESSE É O NOME QUE RECEBEMOS. TIVEMOS UM ENCONTRO COM ALTÍSSIMO, PERSEVERAMOS, E ELE NOS ABENÇOU E NOS DEU UM NOVO NOME QUE EXPRESSA A NOSSA NOVA NATUREZA E O NOSSO NOVO CARÁTER.
Que jamais venhamos a esquecer desse encontro, que a marca deixada nele possa assinalar a cada dia a nossa maneira de viver. E assim no final dessa caminhada possamos receber a herança, a vida eterna.

Artigos de Estudos

Estamos disponibilizando no site alguns artigos de estudos elaborados pela casa Testemunhas de Yahushua de Franca / SP

Para acessá-los, coloque o ponteiro do mouse sobre as imagens abaixo e click no elo do link de acesso aos textos.

Alimentando ou Saboreando a Palavra

A Capa Babilônica – Símbolo da maldição do pecado

Vale de Jaboque

Servindo o Altíssimo na Babilonia

O Parente Remidor

Imersão nas Águas - Batismo

Altar e Sacificio

Ser como Crianças

Um Olhar sobre Avraham e o Sacrifício de Yitzchak

A Chave de Davi

Compreendendo o Conceito de Justificação

A Religião como a Torre de Babel

Aguardando a Volta de Yahushua

Yahuh dos Exércitos

Saindo da Caverna e Indo para o Monte

Travessia do Yarden-Jordão

Estudo sobre Coração

O Perdão como Mandamento

Dois Filhos de Avraham, Duas Realidades Espirituais

t -01-03-2017 A Noiva e o Noivo