• A Babilônia de ontem e de hoje não mudou

Para acessar o conteúdo deste estudo em PDF, basta clicar na imagem ao lado.

 

Nos idos anos de 587 a.m (antes do messias), Jerusalém era tomada e destruída por Nabucodonosor rei da antiga babilônia, e com ele foi levado vários homens ilustres como escravos e entre eles estava o príncipe Daniel da tribo de Judá, e seus companheiros Hananias, Mizael e Azarias, homens estes de linhagem real. Como eram judeus o rei da babilônia trocou seus nomes e permitiu ficarem no palácio. Hananias que em hebraico quer dizer YAHUH é gracioso foi mudado para o nome babilônico Sandraque que significa o inspirado de AKU (lua), Misael que em hebraico quer dizer semelhante ao Todo Poderoso foi mudado para Meseque, nome babilônico que significa quem é semelhante á AKU (lua), Azarias que em hebraico quer dizer YAHUH tem ajudado, foi mudado para Abedenego nome babilônico que significa o servo de nego (fogo, servo do fogo) pois o fogo era adorado como um deus, Daniel 1:7.

A Daniel o príncipe da tribo de Judá (Dn 1:3-7) foi lhe dado o nome do deus maior da babilônia que era o deus do rei Nabucodonosor, Beltessazar (Dn 4:8). Daniel que em hebraico significa O Todo Poderoso é juiz foi mudado para Beltessazar que em babilônico quer dizer o amado de Bel.

Em Daniel 3:1-7 que foi feito uma estátua, esta era do seu deus, qual era a aparência da estatua? Do judeu Daniel que passou a ser chamado de Beltessazar, o deus do rei Nabucodonosor (Dn 4:8), com um nome judeu (Daniel) o rei não obrigaria ninguém a adorar aquela estatua, mas agora com um nome babilônico o rei impôs um decreto que todos deveriam se prostrar e adorar aquela estatua com fisionomia de um judeu mais com um nome da babilônia, e quem não o submeter estaria condenado, pois esta era a ordem assinada pelo rei da babilônia. (Dn 3:1-7)

Ao leitor gostaria de chamar sua atenção para um fato semelhante a este, em Israel nasceu um judeu na cidade de Belém, da família do rei Davi, por isso príncipe da tribo de Judá, como era judeu foi lhe dado um nome judeu YAHUSHUA que em hebraico significa YAHUH é a salvação. No ano de 312 da nossa era, Constantino Magno torna-se imperador romano e no ano 313 diz o mesmo ter tido uma visão e torna-se cristão, e neste século IV a babilônia moderna cria corpo como entidade religiosa e data-se o inicio do clero romano, com a sede do império no vaticano e começa as mudanças.

Aquele que nasceu em Israel na cidade de Belém da família do rei Davi, portanto príncipe de Judá com um nome judeu, que foi crucificado para resgatar dos nossos pecados, foi sepultado e ao terceiro dia ressuscitou, seu nome YAHUSHUA o império babilônico moderno muda mais uma vez o nome de um judeu ilustre, só que desta vez é mais agravante. Eles (os babilônios) criam uma nova estatua (ídolo) da-lhe um nome “jesus”, e dizem para todos, este é aquele que veio ao mundo e foi crucificado, está é uma grande mentira que a babilônia moderna (clero) cria para enganar os povos. (Ap 17)

Vocês homens ou mulheres que são espirituais meditem, um judeu nascido em Israel na cidade de Belém da família do rei Davi da tribo de Judá teria um nome grego Iesous, ou italiano Gesu, ou ainda latino (português) Jesus? Na sua simplicidade poderá me dizer, mas estes nomes são traduções do hebraico, permita lhe dizer nome não se traduz, você sabia? Se você chama Ana ou Tertuliano seu nome será este aqui ou em qualquer país que você for, isto ninguém pode mudar em você, seu nome, seu país e o local de nascimento.

Por isso faça como fez Hananias, Misael e Azarias, não adorem o ídolo da babilônia nem o seu nome “jesus”, adore aquele que morreu na cruz por nós e ressuscitou ao terceiro dia e invoque o seu nome no batismo para que seja salvo YAHUSHUA, este é o nome que perdoa pecados (atos 2:38), este é o nome que homens e mulheres são batizados (atos 8:12-16), neste nome aqueles que foram batizados pelo profeta João, depois foram batizados pelo apostolo Paulo (atos 19: 1-8). Pois debaixo dos céus este é o único nome que salva (atos 4:12), este nome YAHUSHUA é o que toda família no céu e na terra toma ( Efésios 3:15)

Sejam obedientes faça o que disse o anjo para João na ilha de Patmos (Ap 18:1-4). Há muito mais para dizer mais não tenho espaço, que o soberano YAHUSHUA possa lhe ajudar a conhecer a sua palavra.

Leia o livro: O meu povo saberá o meu nome.
Pr. Responsável D.Mathias Pynto

Artigos de Estudos

Estamos disponibilizando no site alguns artigos de estudos elaborados pela casa Testemunhas de Yahushua de Franca / SP

Para acessá-los, coloque o ponteiro do mouse sobre as imagens abaixo e click no elo do link de acesso aos textos.

Alimentando ou Saboreando a Palavra

A Capa Babilônica – Símbolo da maldição do pecado

Vale de Jaboque

Servindo o Altíssimo na Babilonia

O Parente Remidor

Imersão nas Águas - Batismo

Altar e Sacificio

Ser como Crianças

Um Olhar sobre Avraham e o Sacrifício de Yitzchak

A Chave de Davi

Compreendendo o Conceito de Justificação

A Religião como a Torre de Babel

Aguardando a Volta de Yahushua

Yahuh dos Exércitos

Saindo da Caverna e Indo para o Monte

Travessia do Yarden-Jordão

Estudo sobre Coração

O Perdão como Mandamento

Dois Filhos de Avraham, Duas Realidades Espirituais

t -01-03-2017 A Noiva e o Noivo