• DOIS FILHOS DE AVRAHAM, DUAS REALIDADES ESPIRITUAIS: Gálatas 4:22-31

Para acessar o conteúdo deste estudo em PDF, basta clicar na imagem ao lado.

Qual a importância de se identificar como filhos de Avraham? Bereshit 12:1-9 / Gálatas 3:29

Sabemos quem é o pai, mas qual a importância da mãe? Ivrim 11:11
O que ela significa para nós?

- Introdução

A promessa condizente ao herdeiro não estava relacionada somente Avraham, negligenciando assim quem seria a mãe, mas a mãe teria um papel fundamental no cumprimento e no significado dessa promessa, pois através dela viria o herdeiro verdadeiro.
Os judeus se gloriam no fato de serem descendentes de Avraham, tem nesse parentesco um refúgio seguro de sua eleição e salvação. Jugavam se filhos de Avraham e por isso livres (Yochanan 8:31-44). Porém ser filho de Avraham não é ter o sangue de Avraham correndo em suas veias, mas ter a fé de Avraham em seu coração (Romanos 4:16 /Gálatas 3:29 ).
Para identificar e descendência prometida não basta apenas ser filho de Avraham, é necessario também saber quem é a mãe, Sara ou Hagar, pois tanto Ismael como Yitzchak/Isaque eram filhos de Avraham porém um era da escrava e outro da livre. A promessa não se restringe a Avraham apenas, mas também a Sara. Sara significa além da legítima a Livre. (Ivrim/Hebreus 11:11)

- Dois filhos duas realidades espirituais – Gálatas 4:22-23

- Ismael
Ismael é filho de Avraham e Hagar. Nasceu da mulher escrava, não por promessa do Altíssimo, mas por iniciativa humana, como fruto da precipitação de Avraham e Sara. Ismael era filho de Avraham, mas não filho da promessa, era filho de Avraham, mas não filho da mulher livre, era filho de Avraham, mas não herdeiro de Avraham. Ismael representa um esforço humano para cumprir algo que é próprio do Altíssimo. Hagar é mãe de Ismael que simboliza a Antiga Aliança/ A Lei, na Antiga Aliança todas as coisas depende do ser humano, a Lei exige tudo, um cumprimento perfeito de seus mandamentos. Nesse sentido o sistema legalista da Lei não liberta, mas escraviza não salva, mas condena, os que vivem sob este sistema legalista são filhos da escrava e nascem para a escravidão.

- Yitzchak/Isaque
Yitzchak/Isaque nasceu mediante a promessa, por intervenção de maneira sobrenatural do Altíssimo, porque Sara era estéril incapaz de gerar, e também porque ambos Sara e Avraham já estavam em idade avançada o que significa dizer que não poderiam mais gerar de forma natural. Yitzchak/Isaque nasceu no tempo do Altíssimo, de maneira sobrenatural como cumprimento da promessa. Sara a livre é esposa legítima de Avraham tem como filho único Yitzchak/Isaque, que simboliza a graça, a liberdade, pois as bênçãos espirituais são dons do Altíssimo e não resultado do esforço humano. Os dois filhos Ismael e Yitzchak/Isaque um representando aqueles que vivem na escravidão da lei e o outro representando aqueles que vivem na liberdade debaixo da graça do Altíssimo.

- A duas mulheres, duas alianças – Gálatas 4:23:27

As duas mulheres ilustram duas alianças, duas Jerusalém/Yahrushalayim uma firmada aqui na terra enquanto a outra procede do Alto, uma é escrava e gera filhos para a escravidão esta é Hagar, entretanto a outra provém do Alto e é livre esta é a nossa mãe representada por Sara.
A Lei Mosaica gera filhos para a escravidão para sem escravos de um sistema legalista incapaz de salvar, mas que apenas expõe a incapacidade de cumprir suas ordenanças. Os judaizantes (pessoas que diz crer no mashiach) querem viver na “Jerusalém/Yahrushalayim firmada aqui na terra no Sinai” são legalistas e desejam que todos se tornem legalistas.
Mas a Jerusalém/Yahrushalayim do Alto é a nossa mãe, a mãe de todos que coloca sua fé no Altíssimo seja yahudim/judeu ou gentil, pois somos livres gerados pelo poder do Altíssimo que manifestou seu amor e graça para conosco.

Conclusão Ser filho de Avraham é ser filho da promessa, é ter como mãe Jerusalém/Yahrushalayim celestial, é estar livre da servidão legalista proveniente da lei e viver uma vida baseada na graça e na provisão do Altíssimo.
A promessa de Avraham não é apenas uma promessa de propriedade, mas de comunhão com o Altíssimo, quem é filho de Avraham manifesta as obras de Avraham e a sua obra é a fé.

“E, se sois do Mashiach, então, sois descendência de Abraão e plenos herdeiros de acordo com a Promessa.” Gálatas 3:29

“Estejais certos, portanto, de que os que são da fé, precisamente estes, é que são filhos de Abraão! E a Escritura, prevendo que o Altíssimo iria justificar os não-judeus pela fé, anunciou com antecedência as boas novas a Abraão: “Por teu intermédio, todas as nações serão abençoadas”. Desse modo, os que são da fé são abençoados juntamente com Abraão, homem que realmente creu.” Gálatas 3:7-9
1 - R: Pois através de Avraham teria se o direto à herança e as promessas.
2 – R: A promessa não se restringe a Avraham apenas, mas também a Sara. Sara significa além da legítima a Livre. Sara é o símbolo daqueles que nasceram do Alto, do Ruach (4:26)
- Os judeus se gloriam no fato de serem descendentes de Avraham, tem nesse parentesco um refúgio seguro de sua eleição e salvação. Jugavam se filhos de Avraham e por isso livres (Yochanan 8:31-44).
Porém ser filho de Avraham não é ter o sangue de Avraham correndo em suas veias, mas ter a fé de Avraham em seu coração (Rm 4:16)
- Para identificar e descendência prometida não basta apenas ser filho de Avraham, é necessario também saber quem é a mãe, Sara ou Hagar, pois tanto Ismael como Isaque eram filhos de Avraham porem um era da escrava e outro da livre.
-Isaque o filho da livre é quem foi levado para ser sacrificado, esse fato aponta diretamente para o mashiach.
- A promessa de Avraham não é apenas uma promessa de propriedade, mas a comunhão com o Altíssimo

Textos auxiliares

Gênesis 25:1-6 – “Abraão desposou ainda outra mulher, chamada Quetura. Ela lhe deu os seguintes filhos: Zinrã, Jocsã, Medã, Midiã, Isbaque e Suã. Jocsã gerou Sabá e Dedã; os descendentes de Dedã foram os assuritas, os letusitas e os leumitas.Os filhos de Midiã foram Efá, Éfer, Enoque, Abida e Elda. Todos esses foram descendentes de Quetura. Abraão transferiu todos os seus bens a Isaque. Quanto aos filhos de suas concubinas, Abraão lhes deu presentes e os enviou, ainda em vida, para morar longe de seu filho Isaque, para leste, para a terra do Oriente.”

Gênesis 21:9-10 – “Ora, Sara percebeu que o filho nascido a Abraão, por intermédio da egípcia Hagar, estava rindo de seu filho Isaque,e pediu a Abraão: “Expulsa esta serva e seu filho, para que o filho desta escrava não acabe sendo herdeiro com meu filho Isaque!”

Gálatas 3:16-18
Desse mesmo modo, as promessas foram feitas a Abraão e ao seu descendente. A Escritura não declara: “E aos seus descendentes”, como se referindo a muitos, mas exclusivamente: “Ao seu descendente”, transmitindo a informação de que se trata de uma só pessoa, isto é, Cristo. 17Em outras palavras: A Lei, que veio quatrocentos e trinta anos depois, não anula a aliança previamente estabelecida por Deus, de maneira que venha a invalidar a promessa. 18Porquanto, se a herança provém da Lei já não depende mais da promessa. Deus, entretanto, outorgou a herança gratuitamente a Abraão por intermédio da promessa.

Artigos de Estudos

Estamos disponibilizando no site alguns artigos de estudos elaborados pela casa Testemunhas de Yahushua de Franca / SP

Para acessá-los, coloque o ponteiro do mouse sobre as imagens abaixo e click no elo do link de acesso aos textos.

Alimentando ou Saboreando a Palavra

A Capa Babilônica – Símbolo da maldição do pecado

Vale de Jaboque

Servindo o Altíssimo na Babilonia

O Parente Remidor

Imersão nas Águas - Batismo

Altar e Sacificio

Ser como Crianças

Um Olhar sobre Avraham e o Sacrifício de Yitzchak

A Chave de Davi

Compreendendo o Conceito de Justificação

A Religião como a Torre de Babel

Aguardando a Volta de Yahushua

Yahuh dos Exércitos

Saindo da Caverna e Indo para o Monte

Travessia do Yarden-Jordão

Estudo sobre Coração

O Perdão como Mandamento

Dois Filhos de Avraham, Duas Realidades Espirituais

t -01-03-2017 A Noiva e o Noivo